Notícias

Notícias

COALIZÃO DE EMBALAGENS ELEGE COMITÊ EXECUTIVO

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018, 13:20:20
Tamanho da Fonte
Diminuir Fonte
Aumentar Fonte

A Coalizão de Embalagens realizou sua 24ª Assembleia no último dia 2, quando foi eleito o Comitê Executivo, que terá um mandato de dois anos podendo ser reeleito uma vez, e ao qual caberá selecionar as Consultorias necessárias para desenvolver as atividades da Coalizão, sendo que a aprovação da contratação será feita pela Assembleia Geral.

De acordo o Termo de Cooperação, o comitê deve contemplar cinco associações signatárias do Acordo Setorial, sendo duas usuárias, duas fabricantes de embalagens e uma do comércio. Foram escolhidos os seguintes representantes: Rose Hernandes (ABIHPEC), Cinara Batista (ABPA), Gilmar do Amaral (ABIPLAST), Miguel Bahiense Neto (PLASTIVIDA) e Oscar Attisano (ABAD). A partir de agora toda comunicação com a Coalizão de Embalagens será feita pelo Comitê Executivo. A Coalizão de Embalagens entregou em junho uma proposta para a 2ª fase do Acordo Setorial. O documento está em análise pela Equipe Técnica do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a expectativa é que seja aprovado e assinado o mais breve possível.

A ABIPLAST e o SINDIPLAST estão engajados em convocar as empresas do setor a aderirem ao Acordo Setorial, ressaltando sua importância para atendimento à PNRS - a adesão é fundamental para dar segurança jurídica às empresas. Desde 2015, ano em que foi assinada a 1ª Fase do Acordo junto ao MMA, mais de 150 empresas do setor já o aderiram.


Sobre o Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral, realizado por meio do Acordo Setorial de Embalagens em Geral

A ABIPLAST é integrante da Coalizão Empresarial juntamente com mais 22 associações empresariais que elaboraram e assinaram o Acordo Setorial de Embalagens em Geral em 25 de novembro de 2015 com o Ministério do Meio Ambiente - MMA. O objetivo do Acordo Setorial é ampliar a reciclagem de embalagens pós-consumo no país. A Coalizão conta com a participação de associações representativas dos produtores, importadores, usuários e comerciantes de embalagens.

A primeira fase da implantação do Acordo Setorial foi concluída em dezembro de 2017 e priorizou as 12 Cidades Sedes da Copa do Mundo de 2014 e suas regiões metropolitanas. Segundo o relatório entregue pela Coalizão de Embalagens ao Ministério do Meio Ambiente, as principais metas relativas ao aumento na taxa de recuperação e às reduções das embalagens enviadas para aterros foram atendidas. A redução na quantidade de embalagens pós-consumo destinadas aos aterros sanitários ficou em 21,3%, enquanto que o aumento no índice de reciclagem ficou em 31,9% - as metas eram, respectivamente, de 13,3% e 19,9%.

Fonte:  Relatório Técnico – Acordo Setorial de Embalagens em Geral – 1° fase e ABIPLAST.
Voltar